Dai crescendo, melhorando e sem anúncios, você em primeiro lugar

Cadastre-se para ter acesso a todos os recursos do site! !

Cadastre-se  

Made In Abyss - A Sociedade Vertical - Cinematografia - Primeiras Impressões

Se você ainda não assistiu Made In Abyss, corra! Você esta para traz em relação a um dos melhores animes de 2017!


Em Gatchaman Crowds, o personagem Rui Ninomiya referencia a antropologista Chie Nakane e seu livro de 1970, 'Sociedade Japonesa', eles descrevem que um de seus objetivos é destruir a estrutura social vertical que ainda existe no Japão moderno.

O básico de uma sociedade vertical é a hierarquia, de cima para baixo, com seniores e juniores, Nakane reforça que esses títulos e ideias estão todos ligados ao grupo no qual a pessoa se identifica. Uma pessoa japonesa vai primeiro se estabelecer no grupo e depois mergulhar em seu papel ou profissão.

Por exemplo, Nakane diz que perguntar a um engenheiro Japonês sobre seu trabalho resultaria em ele responder: "Sou da companhia A", diferente de uma resposta mais ocidental, que seria algo como "Sou um engenheiro".

A sociedade de Made in Abyss é vertical tanto em construção social quanto como em existencia física.
Tanto as estruturas sociais quanto as estruturas físicas são reforçadas visualmente. Isso é um adicional em cima do sentimento "pós-apocalíptico" que a animação passa, deixando dicas do que pode ter acontecido no passado para a criação desta vibrante sociedade ao redor de um perigoso precipício.

Parece até absurdo o ponto de onde vem a luz natural. Ande do lado de fora e na maior parte das horas do dia e o sol irá te acertar de um ponto fixo vindo de cima, mesmo se estiver obstruído por nuvens.
Made in Abyss faz questão de manter a luz sempre vindo de cima, usando formações rochosas verticais, flora amontoada para cima e cachoeiras para nos lembrar do abismo a todos os momentos.

Até durante o nascer do sol, onde a luz normalmente estaria no angulo horizontal máximo em relação as pessoas, Made in Abyss foca em mostrar como a luz vem de cima.



A fonte da luz em ficção pode falar muito, até quando são simples palavras em uma página. Tipicamente, quando lendo ficção sobre cavernas, explorando o subterrâneo, ou descendo abismos a luz vai se tornando cada vez mais fraca a medida que os personagens se aventuram em maiores profundidades, em direção ao centro da terra e tudo que lá habita.

Made in Abyss evita disso, apresentando um mundo vibrante e colorido preenchido por uma variedade de flora e fauna. Enquanto Riko está procurando por relíquias ela geralmente esta sendo iluminada por luz natural, por traz e por cima.

A série também usa uma variedade de perspectivas aéreas e baixas para reforçar a ideia de olhar sempre para cima ou para baixo, ao invés do mais comum, de olhar para frente e para o fundo, o comum de paisagens. Geralmente há uma grande quantidade de perspectiva sobre os céus, criando uma imagem desfocada, mostrando distancias desconcertantes.


Até em imagens de perto, como essa das flores brancas e libelulas, você pode ver as nuvens na periferia da imagem. Essas nuvens e a representação visual do Abismo raramente se distancia da nossa percepção, independente de onde está o ponto focal há qualquer momento.


Nesse mundo, as pessoas olham para cima ou para baixo, a percepção é modelada pelo Abismo, a base da sociedade.


Visuais também tem um papel importante em mostrar a verticalidade da sociedade de Made in Abyss. Precisamos apenas de um olhar de relance na sala de aula de Riko para ver como o Abismo modelou cada pedaço do mundo dela.
As mesas são montada verticalmente na parede, ao invés de horizontalmente como acontece em uma sala de aula comum. Escadas em corda permitem que as crianças subam para suas mesas. Todo esse ambiente pode ser meramente um jeito de treinar essas crianças para suas futuras excursões no Abismo, entretanto, há algo bizarro sobre estar preso na parede, mesmo sem sabermos dos detalhes, como o quarto da Riko ter sido antes uma sala de tortura, ou que antes ela foi pendurada pelada por ser desobediente.

No momento que vemos a sala de aula de Riko, somos bombardeados com um senso de autoridade e uma ideia de uma rígida sociedade vertical.

Podemos ver o vermelho no pescoço de cada órfão, que parecem gravatas borboleta como é comum em alguns uniformes japoneses, logo um olhar mais aprofundado nos mostra que eles são na verdade apitos, codificados por cor para demonstrar o nível de habilidade de cada órfão, de maneira que a habilidade de uma pessoa esteja sempre visível publicamente para que todos possam ver.

Dado a inexperiência de Riko e reg, apitos vermelhos demonstram provavelmente o nível mais baixo de habilidade. O único apito mostrado abaixo de vermelho, é o sininho usada por Kiyui, a criança que ainda é praticamente um bebe. O professor de Riko, geralmente chamado de "Líder" usa um apito roxo, significando um maior status social e provavelmente mais experiencia. Os apitos não são dados para qualquer membro da sociedade, os guardas militares na cidade não usam eles, os apitos são reservados para escavadores e aqueles treinando para se tornar um. 

Apesar da Riko se mostrar como uma causadora de problemas na sua sociedade, afinal ela foi pega escondendo as relíquias para si mesma e foi punida por isso, colocada para viver na camera de tortura, uma importante parte de seu personagem é que ela deseja evoluir pelas normas sociais estabelecidas. Ela acaba entrando em problema por causa da sua curiosidade, mas é solida em seu desejo de se tornar uma Apito Branco como sua mãe.

A essa altura não sabemos ainda o que é um Apito Branco, mas a animação nos mostra o suficiente para saber que é uma super classe de escavador. O fato de que a Riko é uma órfã mostra também que esse é um trabalho perigoso, o que é reiterado pela resposta do "Líder", que diz que ela não seria capaz de sobreviver a profundidade de 400 metros por onde sua mãe passou. Apesar disso, Riko ainda vê o Apito Branco como um status desejado. Isso mostra que a Riko é desobediente em relação as relíquias, mas não é radical. Tudo que ela diz esta relacionado em como a sociedade vertical modelou ela, desde querer se tornar uma Apito Branco quanto na sua convicção de que reg veio do Abismo.

O que acharam? Deixe um comentário!

Inspirado por ForMeInFullBloom




Animes Dai
Animes Online
Assistir e Discutir Animes